O ex-campeão mundial falou sobre a possibilidade de enfrentar Lesnar na WrestleMania e sobre se ele acredita que existe igualdade racial na WWE.

O membro do The Shield falou para promover o próximo evento da WWE, Elimination Chamber, que se realizará em 25 de fevereiro de 2018.



- O Ex-campeão mundial da WWE ,Roman Reigns, foi recentemente entrevistado por Chuck Carroll da CBS Sports para promover o próximo evento da empresa,o Elimination Chamber Entre outras coisas, Reigns falou sobre a possibilidade de enfrentar Brock Lesnar na WrestleMania 34, sobre o fim dos eventos de uma única marca e sobre se ele acredita que existe discriminação racial na WWE. Aqui deixamos as declarações mais importantes.
Sobre a possibilidade de enfrentar Brock Lesnar na WrestleMania e se você tiver problemas pendentes com o Brock Lesnar :
"Sim, definitivamente tenho problemas pendentes com Brock Lesnar, acho que o que dá validade a toda esta situação é que tivemos uma luta muito emocionante, é um dos meus favoritos ... Bem, deixe-me verificar isso, não é o meu favorito, porque não é Eu me senti muito bem, mas vendo isso agora, com sua história e as reações do público ... foi uma das minhas melhores performances, sempre haverá um certo sentimento de querer terminar o trabalho, não só com Brock, mas também com Seth Rollins por interromper esse tempo. é a chave para chegar a esse ponto e capitalizar sobre a oportunidade. Felizmente, eu vou chegar a ser o desafiante. Eu tenho que superar a Elimination Chamber no domingo. Eu tenho que sair de lá ileso e, em seguida, visitar Suplex City.  isso soa muito melhor O que você sente? 
Se você acha que para algumas pessoas é mais difícil alcançar o sucesso de acordo com sua etnia na WWE:
"Eu acho que sou um ótimo exemplo para isso, sou um homem multiracial, não acho que tenha nada a ver com sua cor de pele ou seu passado, o que importa é o homem que você é e o que você defende e, obviamente, o artista que você é. Esta é uma coisa que Vince (McMahon) quer que seus superstars entendam: que eles são pessoas boas. Isso sempre me foi dito desde o início: "Não  me importo se você é o melhor lutador do mundo, não me importo se você é o melhor talento com o micro mundo. o que me interessa é que você é uma boa pessoa e eu acho que isso é tudo que importa. " no final do dia, não importa como você olha, como grande você é , qual a cor dos seus olhos ou sua pele ... se você é uma boa pessoa, você é uma boa pessoa ".
Sobre a idéia de re-fazer conjuntos Pay-per-views  após WrestleMania:
"Eu acho que, como todas as coisas, tem seus prós e contras, aumentará o cronograma de trabalho em relação ao número de eventos de pay-per-view, mas se você não quer lutar em um PPV, então, o que você está fazendo aqui? Eu acho que isso também manterá as histórias frescas e renovadas, isso nos permitirá desenvolver os argumentos melhor  porque teremos mais semanas para continuá-los ".